segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Liberdade

Liberdade... Quando penso nessa palavra imagino uma criança que está dando seus primeiros passos, o pai segura a mão de seu filho para protege-lo, mas ele solta a mão do filho, porquê? Porque o filho vai sentir que não está mais sendo segurado e se sente seguro de outra forma, seguro para caminhar sozinho, livre pra andar sem ter o caminho guiado por alguém, assim ele pode decidir pra onde ir por sua conta. Ele vai cair é claro porque todos caímos, porém, ele precisa cair pra descobrir que a liberdade tem um preço, persistir é preciso e desistir é opção dos fracos que querem viver presos dentro de si próprios com medo da queda.
Vejo um garoto que quer andar só, e se cair tenho certeza que se levantará, ele quer soltar as mão que envolvem seu braço, aliás, não tem como ser livre sem antes sentir o chão frio e duro.

"O fio da espada é forjado a pancadas tortas e sem sincronia, mas se torna um metal lindo e reto".

Um comentário:

  1. Liberdade de errar é o que existe de melhor.
    Acertar é bom, mas errar é fundamental para que se aprenda e sejamos livres.
    Beijo e sucesso.

    ResponderExcluir